Corpos Outros

Porque somos todos pedaços alheios.

Arquivos da Categoria: E agora Maria?

Tanta cor, tanto sabor.

 

Sei que nada está tão fácil e fica cada dia mais complicado acreditar. Por isso mesmo sinto que existe uma obrigação de gratidão, de viver bem. Não pense ser um romantismo tão tolo assim, é somente o que escolho ressaltar. É mais escolha que estado. Há sempre coisas ruins e coisas bonitas. Prefiro me prender ao que é belo e tão raro e tão simples. Aos que destilam amargura, nada a dizer. Esperança me atrai mais. Se piegas, peço licença, sempre fui. Conjugo o verbo sempreamar e tenho provas literalmente vivas de que gentileza existe e até doçura, por mais incrível que pareça. Tenho um pouco de dó dos que se julgam sábios por serem frios e espertos por serem falsos. Tenho preguiça de gente assim. E a vida é tão frágil… Não há tempo a perder com quem não sabe brincar de verdade. Toda a melancolia sempre presente acerta o passo na cadência da esperança. E se nada adiantar, eu procuro um espelho e abro um sorriso, assim ele volta para mim. O coração aberto e em paz continua repetindo o mantra:

que seja doce, que seja doce, que seja doce

 

E agora Maria?

Anúncios

Téotro dia

 

A primeira ofereceu uma atenção bonita e cor-de-rosa, de quem oferecia-se ao sol. O segundo ofereceu companhia. Companhia completa. E foram felizes por 20 minutos. O terceiro ofereceu um sorriso gigante, eterno em poucos instantes. Mas a última… Bem, a última ofereceu mais que isso, nos tropeços de palavras, na certeza de meiguice: ‘foi um prazer. Bom, então… Então até algum dia. Quem sabe, quem sabe a gente ainda se encontra algum dia, em algum lugar’, disse oferecendo esperança. Uma esperança quase de um milagre, que enxergou uma chance no inteiramente improvável dos dias. Ela olhou profundamente aqueles olhos de menina-promessa-amiga-esperança e guardou aquele perfume. Depois foi embora. Mas não mais sozinha. Foi carregando esperança então, até algum dia.”

 

E agora, Maria?

Fluescência

Porque somos todos pedaços alheios.

Fierce People

Porque somos todos pedaços alheios.

Pensar Longe

Porque somos todos pedaços alheios.

palavrasespalhadas

Just another WordPress.com site

Aqui dentro de mim

Porque somos todos pedaços alheios.

Lembranças Inconscientes

Porque somos todos pedaços alheios.