Corpos Outros

Porque somos todos pedaços alheios.

Arquivos da Categoria: Mallu Magalhães

Para. E deixa, vai.

Para e olha pra mim
Para e deixa pra lá
Deixa eu entrar em você por algum olhar
Deixa eu gostar de você
Teus medos posso curar
Deixa eu levar tua vida pra outro lugar
Para e olha pra mim
Vê que já basta olhar
Deixa eu plantar um carinho no teu peito                                                                                                 __________________inquieto.
Anúncios

Já quis ser reto. Eu não quero mais.

 

“Eu tô assim sem fogo
Não quero jogo
nem competição
que o tempo aqui é cego
Não vou ser prego
da televisão

Eu tô sem fé nem santo
e peço tanto que me deixem em paz
Que o hoje em dia é quieto
Já quis ser reto
eu não quero mais

Vou caminhando,
vou ver o sol se pôr
eu vou na calmaria
até onde eu não queria
e vou andando
vou vendo o sol e a cor
já canso de apagar
imploro pra poder voar

Caí assim sem vontade
pela metade
eu vivo a esperar
Meu coração tá manso
eu só descanso
e espero passar
.”

 

 

Mallu Magalhães

Fluescência

Porque somos todos pedaços alheios.

Fierce People

Porque somos todos pedaços alheios.

Pensar Longe

Porque somos todos pedaços alheios.

palavrasespalhadas

Just another WordPress.com site

Aqui dentro de mim

Porque somos todos pedaços alheios.

Lembranças Inconscientes

Porque somos todos pedaços alheios.